Você conhece as garotas da Velo?

[:pb]Claudia Weingrill e Camila Silveira são as fundadoras da Velo, marca desenvolvida para criar roupas para ciclistas urbanos.

Conversei com a Claudia, que também é minha amiga de pedal, e gostaria de compartilhar com você esta pequena entrevista.

BS – Quando a bicicleta entrou na sua vida?
Claudia – A bicicleta faz parte da minha memória afetiva. Lembro quando aos 6 anos ganhei minha primeira bicicletinha, uma Caloi vermelha que meu pai montou amorosamente sob a árvore de Natal. Até conseguir tirar as rodinhas de apoio foram alguns meses tensos. Depois, a felicidade de conseguir me equilibrar.

Me distanciei da bike até oito anos atrás, quando a descobri como esporte por morarmos em uma região de montanhas e porque resolvemos nos aventurar no MTB (mountain bike). Foi nessa época que comprei minha primeira bike para cair nas trilhas de Mairiporã e região (interior de SP). Subidas intermináveis, muitas delas empurrando até o topo. E aí a recompensa da descida, sorrisão aberto, vento na cara, a turma descendo junto, alguns tombos… pronto, voltamos a ter seis anos.

Em seguida, vieram as primeiras pernadas trocando de cidade, Piracaia, Perdões, Nazaré, Baependi, São Luiz do Paraitinga, Vale Europeu e ano passado Caminho de Santiago de Compostela (Espanha), um sonho dos anos 80, quando achava que faria isso a pé…  sentimento de liberdade extrema,  na bagagem somente o imprescindível, um exercício pra vida.

BS – Como surgiu a Velo?
Claudia – A Velo nasceu com um propósito muito simples: servir o ciclista urbano e todos aqueles que se movimentam pela cidade de forma livre, leve e descontraída.

Nossa pesquisa resultou na criação de peças de uso diário, aliando modelagem de alfaiataria moderna à tecnologia do vestuário esportivo. Priorizamos tecidos mais leves, respiráveis, de secagem rápida e que não amassam facilmente.

A Velo quer incentivar o uso da bicicleta por meio da vestimenta. Além de provocar uma mudança de hábitos e costumes que promovam a ocupação dos espaços públicos e, portanto, o experimentar da cidade de forma mais livre e humana sem perder de vista o estilo.

Nossas roupas foram elaboradas e testadas por ciclistas, feitas para resistir – assim como quem escolhe andar de bicicleta na cidade.

BS – Qual é o diferencial da empresa?

Claudia – TECNOLOGIA E INTELIGÊNCIA NA MODELAGEM

Nossas peças possuem tecidos tecnológicos – mais leves, respiráveis, que secam mais rápido e não amassam facilmente. Essas tecnologias não saem nas lavagens, pois estão inseridos no DNA do fio, como proteção FPU50+, acabamento bacteriostático- que inibe a proliferação das bactérias e possíveis odores – e tecnologia que estimula a microcirculação sanguínea, reduzindo a fadiga muscular. Além disso, as peças são desenhadas e testadas por ciclistas para garantir que a modelagem permita um movimento livre do corpo.

BS – ​Fez diferença para vocês a participação no Shark Tank Brasil?

Claudia – Sem dúvida foi uma exposição muito importante e o simples interesse dos investidores foi um fator que validou nosso projeto.

BS – Onde se encontram os produtos?

Claudia – Hoje nossa venda é através do site www.velo.vc.

BS – Qual é a sua dica pra quem está começando a usar a bicicleta como meio de transporte na cidade? 

Claudia – A dica é sempre pedalar respeitando as leis de trânsito,  procurar sempre estar bem sinalizado, seja na vestimenta ou na própria bike por meio dos refletivos. Procure também sempre buscar o contato visual com os motoristas, certificar-se de que foi visto… e se você ainda não está seguro sobre o caminho, procure ajuda de grupos como os Bike Anjo, que fazem um trabalho incrível de acompanhamento solidário.

Esteja atento, mas feliz !

Claudia P.Weingrill, brasileira, mairiporanense, sócia na Velo, ciclista amadora MTB

[:]
Você conhece as garotas da Velo?

Guia da bike sempre nova: veja dicas!

Você conhece as garotas da Velo?

Speed: isto é bem novo para mim!

Mais novo

Publique um comentário