Você conhece a “Danada da Nanda”?

Danada da Nanda. Achei que era uma loja de brinquedos de crianças, mas não era. Vale a pena conferir a história abaixo!

nanda03

A “Danadinha” surgiu da vontade de ajudar uma amiga, que até então era minha chefe. Eu já fazia, diariamente,  marmitinhas saudáveis para mim. Sem adição de gordura, montadas com arroz integral, feijãozinho lá de casa e carninhas nos moldes aprendidos com minha mãe. Eu garantia minha boa alimentação mesmo trabalhando no centro de São Paulo.  Isso já tem seis anos e um bocadinho a mais…

Foi quando neste período minha chefe teve um problema de saúde ligado ao coração. Seu médico foi taxativo ao pedir uma alimentação saudável longe de gorduras e com produtos mais naturais. Oferecida que sempre fui, corri para ofertar o que eu tinha de mais puro e singelo: comidinhas caseiras cheias de afeto. Mas, por favor, sem custo algum. Eu queria era ajudar.

Ela gentilmente recusou a gratuidade e condicionou as refeições a um pagamento simbólico que fosse. Depois de muito insistir, aceitei. Coloquei as comidinhas dela em uma embalagem mais propícia a quem almoçava em um gabinete de Estado e, assim, passei a comercializar meu tesouro secreto.  E de secreto, em menos de uma semana ele  já era coqueluche entre minhas amigas.

Sabendo de meu dom e amor pelos alimentos, os amigos foram espalhando a novidade: agora podemos comer comidinhas da Nanda, saudáveis e saborosas todos os dias. Em homenagem à minha avó, que sempre me disse ser eu uma menina danada, batizei as comidinhas como “Danada da Nanda Comidinhas”. Montei um esquema em casa mesmo e assim comecei. Ainda atuante no jornalismo, entrava na redação às 7h, saía às 15h e emendava para o fogão cheia de alegria. E assim foi durante dois anos seguidos. Até que uma hora, nem a casa e nem eu suportávamos mais o tamanho da microempresa. Saltei dos teclados para o fogão e a “Danada” de casa para uma cozinha realmente sua.

nanda01Já perdi as contas dos números de pratos confeccionados desde então. Coleciono histórias junto a clientes que há anos me acompanham. Olhando para trás tenho, cada dia mais, a nítida impressão de que a única coisa que realmente nos rende alegria e prazer é trabalhar com amor e por amor…

Por isso, sou entusiasta do sonho de todos que um dia me contam uma vontade particular a ser realizada na vida. Acreditem: se você tem uma ideia, um desejo ou um sonho procure a real motivação deste sonho… se for por amor e para beneficiar o próximo, seu sucesso já está garantido!

A Nuria, dona deste blog, é minha cliente-companheira há pelo menos quatro anos.  Se tiverem alguma dúvida, perguntem a ela o sabor que tem o amor quando transformado em comidinhas. E se encontrarem em comum  traços de garra e alegria entre nós duas, não é mera coincidência. A gente garante!

E quem quiser fazer parte desta panelinha é só seguir até www.danadadananda.wordpress.com ou me escrever em [email protected].

No FB, estamos como Danada da Nanda Comidinhas.

Você conhece a “Danada da Nanda”?

FELICIDADE

Você conhece a “Danada da Nanda”?

Pedalando no deserto de Negev – Israel

Mais novo

Publique um comentário