Fazenda Pedra Branca – uma grata surpresa no caminho!

casarao fora

A construção é datada de 1908. Se você me perguntasse há um ano atrás onde eu estaria neste 29 de dezembro, eu acho que não conseguiria nem imaginar. Hoje faz um ano que a minha nova medula voltou a funcionar.

Depois de 10 longos dias de tratamento, eu tive a maravilhosa notícia de que tudo tinha voltado ao normal. Ou quase. Todos os índices de linfócitos, neutrófilos, plasmócitos e toda a trupe já começavam a dar sinal de vida.

Naquele momento, eu voltava a enxergar uma luz no fim do túnel. Ufa, não foi fácil!!!!

Mas de volta ao dia 29 de dezembro de 2015, começamos o terceiro dia de pedal às 9:36 da manhã saindo da Pousada Vila Minas, em Itanhandu, onde fomos muito bem recebidos. O lugar é um charme: http://www.pousadavilaminas.com.br/. Recomendo!

O tempo estava nublado (graças a Deus!) e bem fresquinho. O trajeto não era dos maiores, algo em torno de 40 km com 560 m de altimetria (distância vertical). Passamos por Passa Quatro (Minas Gerais), onde tomamos um café delicioso e “abastecemos” o estômago.

O mais legal foi a descida insana pelo meio da montanha. Eu desci de “Galaxie Landau” (um carro enorme dos anos 70), como fala meu amigo Fernando, sobre a minha suspensão total (traseira e dianteira). Isso faz toda diferença.

Nesses momentos que eu pedalo, muitas coisas passam pela minha cabeça. Inclusive que eu poderia não estar aqui contando todas essas histórias. Por isso temos que aproveitar cada momento da nossa vida como se fosse o último. Mesmo. Sem frescura.

Conseguimos mudar a nossa hospedagem para a Fazenda Pedra Branca. Um casarão lindo, conservado, onde vamos dormir todos juntos. Estilo adolescência. Amanhã nosso destino é Guaratinguetá (São Paulo).

Um beijo dos ciclistas!

pousada vila minas

Da esquerda para a direita: Ciça, Cláudia, Pepê, Eva, Nuria, Cristina, Glauco, Regina e Fernando.

Fazenda Pedra Branca – uma grata surpresa no caminho!

Bom dia Itanhandu!

Fazenda Pedra Branca – uma grata surpresa no caminho!

A caminho de Guaratinguetá – 4º dia de pedal

Mais novo

There is one comment

Publique um comentário