Caminho de Santiago de Compostela de bicicleta

Santiago de Compostela: todo mundo já ouviu falar um dia. Morei na Espanha na década de 80 e nem todo mundo conhecia muito esta trilha. Paulo Coelho trouxe informações dessa região para os brasileiros quando lançou “O Diário de um Mago”, em 1987.

Sempre tive vontade de fazer esse caminho e surgiu a oportunidade em 2005. E lá fui eu a pé com a minha mochila pelos 800 quilômetros, desde Saint Jean Pied de Port (uma pequena cidade medieval no sudoeste da França, na fronteira com a Espanha) até Santiago de Compostela (Espanha). Mas não vou contar pra vocês minha trilha a pé e, sim, de bicicleta.

Pois é, em 2013, resolvi voltar para essa região, e agora seria de bike. Então, organizei um pequeno grupo para percorrer toda a trilha. Éramos 5 amigos: Helio, Cláudia, Renê, Germán e eu. Optamos por começar em Pamplona (Espanha) por conta da logística das bicicletas e das caixas. Sim, levamos as magrelas do Brasil! Desembarcar, montar as bikes e despachar as malas-bike foi uma aventura à parte. Como eu já conhecia várias pessoas no caminho de Santiago, foi muito mais fácil para organizar a cicloviagem.

Rodamos em torno de 780 quilômetros. Optamos por nos hospedar em albergues que aceitam bicicletas. Montei o roteiro e lá fomos nós pelos caminhos da Espanha!

Começamos o caminho no dia 18 de junho. Era um dia cinza e úmido,  muito quilômetros para percorrer. Não foi fácil vencer o primeiro dia, mas a partir daquele momento éramos um grupo com o mesmo objetivo. Compartilhar as ansiedades, os medos e as vitórias de completar mais um dia foi uma das melhores coisas para mim. Eram 24 horas juntos: acordar, pedalar, completar o dia, lavar a roupa, comer e descansar.

Terminamos o caminho no dia 30 de junho de 2013 cheios de esperança e com a alma lavada. A experiência para mim foi tão boa que voltarei ao caminho em julho do ano que vem (2016).

Diz a lenda que se  você já pensou em fazer o caminho de Santiago é porque o caminho já está em você. Para que isto se torne realidade, a primeira decisão que você deve tomar é: ir sozinho, com um grupo de amigos ou com uma agência especializada nisto. Minha indicação é a GoBiking, que organiza grupo duas vezes ao ano. Saiba mais em http://bit.ly/1TqakuT.

Se você já tem um grupo de amigos e resolveu fazer por conta própria, vou compartilhar com você as informações da minha viagem. A primeira delas é decidir o roteiro em quantidade de quilômetros diários e, consequentemente, a hospedagem nestes pontos.

A melhor coisa é optar por albergues  que são “friendly” (amigáveis) com as nossas fiéis escudeiras. E eu indico dois: BIKELINE (http://bike-line.blogspot.com.br/2012/04/caminho-de-santiago-de-compostela-em.html) e BICIGRINO (http://www.bicigrino.com/). No site de cada um deles você vai encontrar uma série de informações para programar a sua viagem.

Para você ir se animando, dê uma olhada nas fotos que fiz durante a minha cicloviagem para Santiago. O registro de cada momento está aqui na galeria: http://bit.ly/1Q5EZQj.

Semana que vem falaremos mais sobre transporte das bikes ou aluguel das magrelas na Espanha.

Um beijo e BUEN CAMINO!!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

Caminho de Santiago de Compostela de bicicleta

Bicicletas, Caminho de Santiago e Medicina

Caminho de Santiago de Compostela de bicicleta

QUER DAR UMA VOLTA DE BIKE EM SAMPA E NÃO SABE ONDE?

Mais novo

Publique um comentário